Hello Hello,

Hoje não vos trago maquilhagem. Trago-vos um testemunho da minha viagem de 11 dias por terras tailandesas, com altos e baixos, surpresas boas e alguns percalços.

Tailândia é conhecida pelas suas praias de águas azuis turquesa e areia branca. Água e temperaturas quentes, preparem-se para transpirarem em lugares que nem sabiam que o vosso corpo tinha poros. E onde é pior? Bangkok!
A vista para o Grand Palace de Wat Arun
Bangkok

Foi o nosso primeiro ponto de visita. Não ia com grandes expectativas e, mesmo assim, fiquei desiludida. Não há pachorra para tanto regatear, não há paciência para tanto quererem enganar o turista com coisas que não interessam ao menino Jesus, em lojas com preços mais caros do que cá. Sim , os 80 bths por Tuc Tuc “obrigam” a uma ida a essas lojas. Houve um negócios desses que nos compensou pois por esse valor, o motorista andou connosco quase todo o dia e levou-nos a 3 ou 4 templos distantes uns dos outros.
O nosso motorista do Tuc Tuc

Os taxis são outro filme. Se de dia com o taxímetro ligado nos cobraram 120 baths, à noite pediam-nos 500!!! Após quase 1h de procura, lá encontrávamos um que nos fazia o trajecto por 150 baths.
O passeio pelos canais de Bangkok, outra perda de tempo e paciência pois não cumpriram com o prometido: em vez de 1h de passeio, queriam-nos fazer só 35 minutos. Pois… o que o senhor não sabia era que uma Marta “normal” enganada é fera, mas com horários trocados, fome e calor, é o diabo em pessoa! Conclusão: devolveram-nos 630 baths dos 2000 que havíamos pago.
A temperatura…arre cidade quente!!! Um calor imenso, pouca chuva (só tivemos 10 min. de chuva no segundo dia) e não houve maquilhagem que aguentasse sem oxidar (calor + humidade = não há milagres!).
A minha maquilhagem já oxidada mas ainda no sitio 🙂
Vamos às partes boas? Claro que sim.
Templos lindíssimos, cada vez mais caros, mas que valem a pena serem visitados. Fomos a todos o que queríamos ir, desde o Grand Palace ao Wat Arun, sem esquecer o Buda Inclinado.
Foto no Grand Palace
Wat Arun
                                             
Se vale a pena ir a Bangkok? Claro que sim. Eu não gostei mas há quem adore.

É uma cidade que não nos deixa indiferentes. Não me desiludiu o caos da cidade nem os pontos de interesse turístico, desiludiu-me o povo.

Mas porra, tem uma manga deliciosa!
À procura da manga..

E se quiserem saber qual o nosso roteiro por Bangkok, fiquem atentos ao próximo artigo. Aliás, os próximos artigos serão sobre a Tailândia. ?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *